Universidade Federal do Rio de Janeiro COPPE

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia

Instituto de Matemática

 
Visualizar Meses
Visualizar Meses
Visualizar Flat
Visualizar Flat
Visualizar Semanas
Visualizar Semanas
Visualizar Dias
Visualizar Dias
Categorias
Categorias
Procurar
Procurar

Evento: 'Palestra Zaven Paré: Robótica Social, Robótica Pós-Industrial'

Eventos PESC (Palestras, Seminários, etc.)
Palestras, Seminários, etc. do PESC/COPPE/UFRJ.
Data: Tuesday, February 25, 2014 At 10:00
Duração: 2 Horas

Robótica Social, Robótica Pós-Industrial

Auditório CT2, 25 de Fevereiro, terça-feira, 10h


Existem até robôs que não fazem nada, ou quase nada. Mas, por quê? Porque os robôs talvez sirvam principalmente para fazer pensar – o que já é suficiente para justificar sua existência. Os objetos nos fazem pensar sobre nós mesmos ou sobre nossa maneira de representar o mundo; eles refletem nossa imagem ou projetam nossos pensamentos. Mas, antes de tudo, os robôs são objetos que nos ajudam a fazer trabalhar nossa imaginação. No mínimo, fazem imaginar objetos de um futuro mais ou menos próximo. Fazem pensar sobre o tempo; fazem passar o tempo. Podem até mesmo ser um passatempo para os roboticistas, os artistas e as crianças. Há robôs que têm, ainda, um tiquetaque como o dos relógios – os robôs, infelizmente, têm principalmente tiques e eles podem deixar escapar borbulhas, mas isso é raro. Os robôs podem causar certo constrangimento e criar estranhamento. Isso, sim, é frequente.
Passando um bom tempo com eles, curiosamente, podemos nos acostumar, simpatizar, até nos fraternizar com eles... Eles podem ouvir e guardar nossos segredos, pois são feitos de segredos por debaixo da lata ou da pele de silicone. Nós não os conhecemos muito bem. São sofisticados e, por isso, parecem distantes. Ou, talvez os consideremos parentes distantes.
É preciso preservar certa distância em presença dos robôs. Eles são frágeis ou desajeitados. Em todo caso, presentes fisicamente. Mas seriam eles frágeis e desajeitados o suficiente para terem presença?


Zaven Paré é artista e pesquisador, inventor das primeiras marionetes eletrônicas (coleções Ballard Institute / Connecticut e Musées Gadagne / Lyon). Ele foi bolsista da Japan Society for Promotion of Sciences (JSPS) no Intelligent Robotics Laboratory do Professor Hiroshi Ishiguro na Universidade de Osaka (2010) e recebeu o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia em 2011.

Professores responsáveis: Nelson Maculan e Felipe M. G. França
COPPE 51, Uma BOA IDEIA!


Procurar no Calendário

Powered by ExtCalendar 2

© 2017 PESC/COPPE - Programa de Engenharia de Sistemas e Computação

Cidade Universitária, Centro de Tecnologia, Bloco H, Sala 319
Caixa Postal: 68511 CEP: 21941-972 Fones: +55 21 3938-8672 / +55 21 3938-8673 Fax: +55 21 3938-8676
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Horário de atendimento da Secretaria: 2a. a 6a. de 7:00 às 16:00 horas (exceto feriados escolares)